• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • Aviso da lua que menstrua - Elisa Lucinda


    Segregação - Josielma Ramos


    Um poema sobre um poema

    "Josielma Ramos"
    Escrevi um poema para quem eu amo,
    A vontade de mostra-lo é imensa,
    Quero exibi-lo
    Esfregar na cara do mundo inteiro.



    Escrevi um poema para quem eu amo,
    Mas não farei nada do que disse acima,
    Sim é um lindo poema,
    Eu poderia dançar uma valsa com ele.

    Escrevi um poema para quem eu amo,
    Mas apesar desse poema ser lindo e precisar ser exibido,
    Ele já foi lido...
    Por aquele que amo.

    Escrevi um poema para quem eu amo,
    E ele adorou aquele poema,
    Sendo assim, por mais que eu queira gritar que o amo,
    E queira exibir aquele poema, eu não o farei.

    Escrevi um poema para quem eu amo,
    E não o farei pelo simples fato de que todo amor deve ser exaltado,
    Mas nem sempre exibido,
    Por que às vezes um amor exibido se torna um amor falido e fadado ao fracasso.

    Escrevi um poema para quem eu amo,
    E esse poema foi lido,
    Foi aceito,
    E por ele achado perfeito.

    Escrevi um poema para quem eu amo,
    E ao escrever eu pude nele transpor tudo que de mais lindo sinto,
    A imensidão desse precipício que é o amor,
    A tristeza que é a solidão.

    Escrevi um poema para quem eu amo,
    Logo eu, que julguei nunca mais ser capaz de amar outra pessoa,
    Logo eu que jamais pensei que alguém me amaria,
    Logo eu que era tão incrédula e sem fé no amor.

    Escrevi um poema para quem eu amo,
    E esse poema talvez um dia venha a tona,
    Mas por enquanto me conformo dele ter sido lido por quem eu amo,
    E isso me basta.

    Escrevi um poema para quem eu amo,
    É que as vezes alguns poemas não são feitos para expor,
    É que às vezes um poema escrito com amor é tão único que apenas uma pessoa mereça lê-lo,
    E outras, poucas, em raras ocasiões.

    Escrevi um poema para quem eu amo,
    É um daqueles poemas que te lembram uma relação,
    Que deve ser vivida a dois, sem intromissão,
    Um poema pra ser dividido assim como se divide seu coração.

    Escrevi um poema para quem eu amo.


     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO