• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • Vamos falar de amor...

    Hoje dia do poeta nada mais justo que falar de amor.
    Eu estava em um momento da minha vida pouco tempo atrás em que estava totalmente desacreditada nele, parece irônico uma poetisa dizer isso, pois nós criadores desse universo em palavras e versos somos os que mais acreditam no amor, em toda forma de amor e que sempre tem aquele pingo de esperança que tudo dá certo no final, mesmo que o caminho seja de sofrimento antes de se chegar ao grand'finale.
    Eu estava tão desacreditada nele que não deixava ninguém novo se aproximar tempo o suficiente perto de mim para deixar marcas ou lembranças na minha vida, eu não queria sofrer, eu não queria me abrir e muito menos dividir meu universo pessoal com ninguém, tanto tempo me senti indigna da atenção de quem eu tinha na minha vida, que quando me vi sozinha não queria ninguém que não fosse digno de estar comigo, agora era minha vez, eu tinha direito de ser um pouco egoísta naquele momento e não deixaria ninguém tirar de mim a minha nova alto estima.
    Mas a nossa vida dá muitas voltas, um poeta sempre se apaixona, um poeta sempre enlouquece de amor, ele se entrega mesmo não querendo assumir, e foi o que aconteceu comigo, existem pessoas que entram em nossas vidas únicas e exclusivamente para nos tornar pessoas melhores, para nos encher de alegria e nos fazer sorrir, pessoas assim nos proporcionam momentos de prazer que sem ela não seriam possíveis, você acorda pensando na pessoa, durante o dia sorri do nada porque algo te lembra a pessoa e a noite antes de dormir só consegue depois de dar boa noite a ela, seja onde ela estiver, do seu lado na cama, ou longe de você.
    Aquela pessoa que por um acaso do destino entrou na sua vida sem pedir e a qual você não consegue enxergar um futuro sem ela, aquela pessoa que nem sempre vai te falar o que você quer ouvir, mas sim o que precisa ouvir, que vai despertar em você aquela vontade de cuidar.
    Eu encontrei essa pessoa, e aquele amor em que eu estava tão desacreditada mostrou que ele sempre tem razão, o amor sempre manda na alma do poeta, ele pode fugir e se esconder, mas o amor sempre o encontra, e ele me encontrou.

    Estrela no ventre - Romildo Souza


    A luz que brilhava fortemente no céu,
    Se desfez! hoje habita em um ventre.

    Um ventre de uma deusa mulher.

    Aos poucos vai tomando sua forma,
    Vai recebendo o sopro da poesia,
    Vai saboreando as palavras.

    E então poetiza no mais doce silêncio.
    O silêncio que te faz ser divino(a).
    O silêncio do ventre de uma deusa mulher.

    Poema escrito pelo me amigo, poeta e ator, Romildo Souza.

    A dona da lua

    Imagem: We Heart It
    "Josielma Ramos"

    A lua me desafia
    Fito ela... Perdida
    Lá no infinito
    Tão esvaecida
    Me desafia
    Me desafia
    Me desafia.

    Ai meu Deus! Lua maldita.

    Me fita esvaecida
    Lua tão linda
    Lua tão bela
    Lua redonda
    Por que me fita aborrecida? 
    E me desafia
    E desafia
    E desafia.

    Por que lua tão linda?
    Se tudo que quero é ser tua dona por um dia.

    Do pó virou poesia

    Imagem: Ludovic Florent
    "Josielma Ramos"

    Do pó viemos e a ele retornaremos
    O mesmo princípio serve a poesia
    De onde ela veio?
    De onde surgiu?
    Quem a criou?
    Quem a pariu?
    Do nada surgiu!
    Como poeira emergiu
    Trazendo consigo as mágoas mais profundas
    E os amores mais sinceros
    Do pó viemos e a ele retornaremos
    Mesmo princípio da poesia.

    Deixe a vida contar a poesia do tempo

    Imagem: weheartit
    "Josielma Ramos"

    As manhãs são para o café
    E as tardes para a poesia
    Não me pergunte sobre as noites
    Elas não são minhas.

    A noite guarda segredos
    Eu não poderia dizê-los
    Mas se você insiste
    Não fique triste
    Com o que revelarei.

    Ah as noites
    Elas foram feitas para a nostalgia
    As noites não são de ninguém
    São da boemia
    Livres e rebeldes
    Correm soltas por ai
    Elas não se apaixonam
    Não se importam com ninguém.

    As noites são feitas para as fugas
    Feitas para as sombras
    Feitas para as festas
    E para quem quer se esconder
    Se esconder de ser você.

    Elas passam devagarinho
    São cheias de fogo e desejo
    As noites são dos amantes
    As noites são de segredos
    As noites são de amores
    São de encontros e reencontros.

    Novidades boas novidades

    Olá, sim novamente andei sumida, mas a vida universitária não é fácil, principalmente na reta final não é mesmo, e ainda mais com a novidade que vim contar, estou "Grávida", então a correria é maior, pois é faculdade e muitas consultas, vim para dizer que começarei a programar as postagens, sendo assim o blog não irá mais ficar parado como estava, então podem se preparar que os post irão voltar com tudo, principalmente com muita poesia para vocês.
    Abaixo está a foto do meu bebê rsrss, ainda não sabemos o sexo, mas provavelmente mês que vem já irei descobrir, o nascimento está previsto para o dia 11 de Janeiro, então será um presente de aniversário para mim, mas um capricorniano(a) maravilhoso(a) no mundo não é mesmo.
    Então dedos cruzados para que eu não suma novamente e até o próximo post.


    Livro novo: Borboletas na garganta - Josielma Ramos

    Olá galera, hoje estou aqui para dar uma notícia maravilhosa, meu segundo livro acaba de ser publicado, eu não poderia estar mais feliz, esse último ano foi muitas surpresas, novidades e descobrimentos, e esse livro carrega um pouco disso tudo, é um livo de desabafo, desapegos, recomeços e redenção, falo de amores, mágoas e pequenas histórias em forma de poesia, e claro essa alegria tinha que ser dividida com vocês que acompanham o blog desde o inicio, que acompanharam minha luta para publicar o primeiro livro, então espero que se apaixonem por esse livro e essa capa maravilhosa que a editora Penalux preparou, tanto quanto eu me apaixonei.
    O coquetel de lançamento será no inicio do mês que vem, assim que tiver uma data acertada, colocarei um quadro de avisos aqui.






    Término

    Mês passado fez um ano que eu e me ex-marido nos separamos, encontrei esse texto nos rascunhos que escrevi naquela época, enfim queria apenas compartilhar ele aqui no blog.


    "Josielma Ramos"

    Acabou, sempre soubemos que isso aconteceria um dia,
    Acabou, mas isso não quer dizer que eu te ame menos,
    Nem você a mim,
    Não foi como imaginei e bem sei que pra você também,
    Mas fomos felizes,
    Mesmo que por um breve espaço de tempo,
    Cada dia com você foi mágico,
    Até os mais difíceis,
    Não, não estou exagerando,
    Nem querendo te transformar em um herói pós término,
    Poderia vir aqui e falar mal de você,
    Poderia vir aqui e dizer o quanto eu te odeio e quero que você morra,
    Poderia até dizer que você nunca será feliz com ninguém como foi comigo,
    Mas eu estaria mentindo,
    Sim, mentindo,
    Porque você sempre foi bom pra mim, até mesmo quando era ruim,
    Sempre me protegeu,
    Sempre pensou no meu bem-estar,
    E eu não te odeio, o fato de você ter se aberto comigo só fez com que eu te amasse ainda mais,
    E com certeza alguém te fará mais feliz do que eu, mesmo que essa pessoa não te ame mais do que eu,
    E você merece,
    Nós merecemos uma chance de sermos felizes,
    Merecemos a chance de aproveitar nossa juventude,
    Merecemos a chance de seguir em frente sem mágoas na alma,
    Crescemos muito rápido,
    E não estávamos preparados ainda para a vida,
    Mas a vida com você foi um aprendizado,
    O que me deixa mais feliz é que não sairemos perdendo nessa,
    Aprendi muito com você,
    E você comigo.
    Aprendemos a compreender o amor e as diferenças,
    Aprendemos a respeitar o amor, todo tipo de amor,
    Aprendemos a respeitar as pessoas ao nosso redor e amar cada uma delas,
    Aprendi que amar,
    É deixar ir.

    30 dias

    Ontem dia 22/04 perdemos um amigo querido, conhecíamos ele há 1 ano, há 30 dias ele começou a se relacionar com uma amiga e ontem ao chegar do velório depois de ouvir ela falar sobre ele e sobre os 30 dias de felicidade que passou ao seu lado, escrevi esse poema, acredito que nele não consigo expressar nem um terço da felicidade que eles sentiam quando estavam juntos, e espero que onde ele estiver esteja bem e que o coração de seus familiares e amigos seja consolado.

    Esse poema é pra vocês, Weslley Andrade e Michaela Ferreira.

    "Josielma Ramos”

    30 dias de alegria
    Foram plenamente vividos
    30 dias de alegria
    Felicidade sem medida
    Porque pra amar
    Bastam 30 segundos de olhar
    Porque para querer
    Bastam 30 minutos de prazer
    30 dias de alegria
    Muita festa
    Muita folia
    Dias inesquecíveis
    Um amor
    Uma magia
    Tudo é lindo e tão puro
    Em sentimento que há virtude
    Tudo é belo e encantado
    Em um amor que há recato
    30 dias apaixonados
    30 dias enamorados
    30 dias que para sempre serão lembrados

    Quadro de avisos/ novidades

    Olá galera, sei que no post anterior eu havia dito que voltaria a ativa aqui no blog, mas sabem como é difícil em época de faculdade, bem tenho algumas novidades, e se tudo der certo voltarei a fazer postagens aqui regularmente, então vamos as novidades.

    Agora tenho um membro novo na família, ele é um cachorrinho lindo da raça pug chamado Alfredo, não o escolhi, ele me escolheu rsrs.


    Meu livro que estava previsto para lançamento ano passado acabou atrasando e não pode ser publicado, porém já tenho data prevista para o lançamento e só posso dizer que será mais breve do que imaginei,

    Ahhh também tenho várias novidades sobre a Bienal do livro esse ano, porém essas só poderei revelar daqui um tempo.

    Todos os livros recebidos no último ano que estão com as resenhas atrasadas serão colocadas em dia, postarei ao menos uma por semana.

    E por último mas não menos importante, começamos novos projetos literários, e retornaremos com os saraus literários aqui na cidade, então aguardem que logo logo virei contar tudinho bem mais detalhadamente.

    Nunca é tarde demais para começar tudo de novo!




    O aniversário do blog ocorre no mesmo dia do meu aniversário, ou seja dia 01/01, e todo ano nessa data eu faço uma postagem, infelizmente esse ano não foi possível,  estou com várias postagens de viagens e resenhas atrasadas, esse ano foi uma loucura total, andei desanimada, e totalmente fora de foco, meu notebook deu pau, e é quase impossível fazer qualquer coisa pelo celular ( Até é possível, porém eu não consigo me entender com ele), pensei em desistir tantas vezes e bem dentro de mim acredito que desisti um pouco, mas nem sempre desistir é sinal de fraqueza, as vezes é preciso. Enfim estou de volta, e esse ano será muito melhor, planejei coisas novas para o blog, e em maio estarei lançando meu livro novo ( Sobre isso, o livro seria lançado no fim do ano passado, mas devido há uns contratempos a editora mudou a data).
    Então sejam bem vindos de volta e que esse seja o melhor ano de nossas vidas, feliz 2016.


     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO