• Home /
  • Sobre /
  • Contato /
  • Categorias
  • Chamas

    "Josielma Ramos"

    Mais um dia que passou,
    E tudo começa novamente,
    Do mesmo jeito,
    Com o mesmo começo,
    O mesmo ar,
    O mesmo mundo,
    Que não para de girar.

    Nada muda,
    O cheiro não muda,
    A cor não muda,
    Apenas desbota...

    É um dia sem brilho,
    É um dia sozinho,
    É um dia vazio.

    Sem sorrisos e abraços,
    Só de despedidas funestas,
    É um dia sombrio.

    Amizades se perdem,
    Amores se vão,
    Vidas se acabam.

    E tudo que vejo,
    São chamas na escuridão,
    De rostos frios sem cor,
    Sem vida...

    Rascunho


    "Josielma Ramos"

    São sempre nos dia frios,
    Que a angustia toma conta de mim,
    E é nesses dias que me esqueço de ser,
    Aquilo que nasci para ser.

    São sempre nos dias frios,
    Que a timidez toma conta de mim,
    Não olho para o lado,
    Com medo de ser vista,
    São sempre nesses dias.

    E nesses dias frios,
    Me esqueço de passar meu tempo a limpo,
    São nesses dias que viro rascunho,
    Rascunho de hipocrisia e humanidade,
    Rascunho de miséria e desigualdade.

    São nos dias frios,
    Que não sei oque é o amor,
    São nesses dias,
    Que brigo para estar quente e sozinha,
    Nos dias mais frios.

    Verdade


    "Josielma Ramos"

    Eu tenho um dom,
    Vejo a verdade do mundo,
    Estampada na cara,
    Daqueles que me querem bem.

    Vejo a vergonha de tudo,
    Estampada na cara,
    Dos que tentam me proteger.

    Proteger do mal do mundo,
    Da ganancia, das pessoas,
    Da ferida aberta,
    Na cara da humanidade.

    Mais eles,
    Não me protegem inteira,
    Porque proteção verdadeira,
    Não te cuida toda hora.

    Tenho medo de escuro,
    Mais eles não podem impedir,
    Que anoiteça, caindo assim,
    A escuridão que me amedronta.

    Aqueles que te amam,
    Vão te ferir,
    Vão deixar você se ferir,
    Vão fazer você se ferir,
    Não por te querer mal,
    Mais porque só assim,
    Vai descobrir o quanto,
    O mundo pode ser sujo e cruel,
    Arrancando assim, todo o véu,
    Que mascara o impuro infiel.

    Olhos de Abismo

    "Josielma Ramos"

    Olhos negros ou cor de âmbar?
    Olhos negros que refletem o luar,
    São por esses olhos que quero me apaixonar,
    São nesses olhos que quero me afogar.

    Afogar de delírio,
    De paixão absurda,
    De loucura.

    São olhos de abismo,
    Que amo me jogar,
    São olhos de suicídio,
    Que vem me acalentar.

    Olhos de suplicio,
    Destemidos,
    De fogo, a me queimar.

    Ah! Esses olhos da cor de âmbar.

    Ingênua


    "Josielma Ramos"

    Tens um ar tão encantador,
    Mais por poucas primaveras já passou,
    Com desejo no olhar,
    Ele fica a encarar,
    A jovem tão formosa,
    Que por ali esta a passar.

    Ela não passa sem brincar,
    Provoca com o olhar,
    A jovem formosa,
    Que apaixonada está.

    Beleza,
    Tão pura e ingênua,
    Jovem,
    Da pele cor do luar.

    Cabelos de prata,
    Caem por suas nuas costas,
    Ao se banhar na luz do dia.

    Ele fica ali,
    A espiar,
    Ela percebe sua presença,
    Mais não se deixa intimidar,
    Pois a jovem,
    Quer amar.

    Joel

    "Josielma Ramos"

    Existe uma pessoa, que vive em meus sonhos,
    Que me tira o ar, e sua presença me faz querer voar,
    Pessoa essa que torna meu mundo, um mundo de cor,
    E me tira toda dor, dor que sinto quando sozinha estou.


    Existe alguém, que me faz delirar, eu ando e ando,
    Sem a nenhum lugar chegar, mais fecho meus olhos,
    E encontro um caminho, caminho que só no escuro eu vejo,
    E quando os abro, é nos seus braços que estou,
    Assim eu chego ao lugar que mais desejo.

    Existe um herói, que minha vida salvou,
    Salvou de um mundo, escuro e vazio,
    Cheio de dor,
    Salvou da minha amargura,
    E se tornou meu grande amor.

    Existe um príncipe, corajoso e leal,
    Faz-me ter segurança, quando estou muito mal,
    Segura minha mão, e nada mais é igual,
    Sinto o seu toque, e me sinto especial,
    Ele é lindo e eu o amo, e no mundo não existe outro igual.

    Existe um homem, homem de verdade,
    E Deus o fez pra mim, é meu melhor amigo,
    Ensinou-me a ser feliz, me amou verdadeiramente,
    O nosso amor não terá fim, ele é minha alma gêmea,
    É único pra mim.

    Coração Errado


    (OBS: a garota dessa foto é minha irmã mais nova, Priscila Rodriguês, parte da minha vida, parte da minha inspiração)
    "Josielma Ramos"

    Cansei dessas promessas,
    De amor eterno,
    Cansei dessas promessas,
    De amor sincero.

    Você promete com dedos cruzados,
    Promessas vazias, cheias de mentiras.

    Não me faça promessas,
    Cuspo no seu amor sincero,
    Escarro no seu coração,
    Escarneço em minha solidão.


    Então me perco em pensamentos,
    De um passado que há muito tempo,
    Eu tento esquecer.

    Não deixarei mais,
    Meu coração tomar decisões,
    Ele não sabe o que é melhor pra ele,
    Quando ele decide,
    Só comete erros,
    E se machuca.

    Ele estupido demais,
    Para escolher,
    Quando ele decide,
    Ele se envergonha,
    E sente dor,

    Quando ele se decide,
    Ele chora.


    Loucura

    "Josielma Ramos"

    Todos chamam-me louca,
    Por falar sozinha,
    Com os meus sentimentos,
    Com o meu coração.

    Qual é a minha culpa?
    Porque me chamam louca?
    Por amar demais?

    Coitados dos loucos, que não conhecem a loucura de amar,
    É uma coisa boa, e muito louca.

    As loucas coisas,
    As loucas poucas,
    As loucas amantes,
    As loucas paixões,
    Somos todos loucos de amor,
    Somos todos loucos apaixonados.

    Felicidade Perdida

    "Josielma Ramos"

    Passei a vida inteira buscando,
    Tentando encontrar,
    Minha felicidade,
    Minha paz,
    Minha alegria,
    Meu riso.

    Passei a vida reclamando,
    Que nada era bom demais pra mim,
    Que ninguém me fazia sorrir,
    Que nunca seria feliz.

    Ate que algo encontrei,
    Uma felicidade de riso fácil,
    De alegria contida,
    Todo elogios,
    E simpatia estendida. 

    Alguém que me trouxe uma sensação de alegria,
    Da noite pro dia,
    Mais era uma alegria cheia de suspeita,
    Desconfiança e incertezas.

    Todo esse tempo pensando ser feliz,
    Parece que me enganei,
    Antes dele eu já era feliz,
    Só não sabia.

    Agora parto em busca daquela felicidade,
    Que pensei não ter,
    Mais acontece que ela se foi,
    Perdida por ai, e cansada de mim.

    O que me resta são as lagrimas tristes e arrependidas,
    De uma garota tola,
    Que não soube viver sua vida,
    Que não soube amar sua alegria.


     
    Copyright © Como vejo o mundo | Blog | Todos os direitos reservados | Desenvolvimento por VR DESIGN :: VOLTE AO TOPO